terça-feira, 30 de novembro de 2010

Morada

Forfun


Faço de mim
Casa de sentimentos bons
Onde a má fé não faz morada
E a maldade não se cria

Me cerco de boas intencões
E amigos de nobres corações
que sopram e abrem portões
com chave que não se copia

Observo a mim mesmo em silêncio
Porque é nele onde mais e melhor se diz
Me ensino a ser mais tolerante, não julgar ninguém
E com isso ser mais feliz

Sendo aquele que sempre traz amor
Sendo aquele que sempre traz sorrisos
E permanecendo tranquilo aonde for
Paciente, confiante, intuitivo

Faço de mim
Parte do segredo do universo
Junto à todas as outras coisas as quais
Admiro e converso

Preencho meu peito com luz
Alimento o corpo e a alma
Percebo que no não-possuir
Se encontram a paz e a calma

E sigo por aí viajante
Habitante de um lar sem muros
O passado eu deixei nesse instante
E com ele meus planos futuros
Pra seguir

Sendo aquele que sempre traz amor
Sendo aquele que sempre traz sorrisos
E permanecendo tranquilo aonde for
Paciente, confiante, intuitivo.

   Não sei se vocês vão gostar do q está escrito nesta letra, mas é uma filosofia que eu acredito incondicionalmente e gostaria de transmitir a vocês. E não se trata apenas de palavras vazias; se trata de respeitar todos os seres vivos, amar todas as pessoas como elas são, levar amor e paz por onde for e acreditar nas coisas boas.

Letra: vagalume
Video: YouTube
--- Gabriela

sábado, 27 de novembro de 2010

"Os filósofos se limitaram a interromper o mundo de diversas maneiras; o que importa é modificá-lo."

[Karl Marx]
--- Gabriela

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o que, com freqüência, poderíamos ganhar, por simples medo de arriscar.

[Willian Shakespeare]



---Andressa

sábado, 20 de novembro de 2010

Fotografia

Olá pessoas, hoje vim aqui falar de assunto totalmente diferente do que você está acostumado a encontrar aqui no Hey Gnomos, vim compartilhar um pouquinho com vocês sobre a minha paixão por fotografia. Nesse post irei dar algumas dicas de fotos que na minha opinião fazem toda a diferença.Vou confessar que ainda sou uma grande amadora nesse assunto, mas como a minha paixão por ele é tão grande, eu não poderia deixar de compartilhar-lo com vocês neh? Enfim, vou parar de enrolação e ir direto ao que interessa, a sua foto.


A primeira coisa que vejo em minhas fotos, e que ao meu ver é umas das principais características de uma boa foto, é iluminação, afinal, ninguém vai querer forçar a vista para ver a sua foto, então, fique de olho nisso.


Em fotos que o cenário é a parte principal da foto, não exagere muito na sua roupa ou na maquiagem, não é legal uma foto muito sobrecarregada, é muita informação. Se esse não é o seu caso, então não tenha medo de usar o que lhe vier na cabeça, o legal mesmo da foto pode vir a ser a sua roupa ou a maquiagem, então, abuse na sua produção.


Com o tempo, as pessoas acabam percebendo o seu “melhor ângulo” sempre há um, tire varias fotos de seu rosto com a câmera em posições diferentes, esse é o melhor jeito de saber qual a posição em que você a câmera se entendem melhor. A dica é sempre colocar um espelho atrás da câmera assim você vai poder se guiar e ter uma noção de como a foto vai sair.

Se você é ma daquelas pessoas que amam tirar fotos com a finalidade de postar no orkut, a dica é não fazer poses parecidas nem tirar várias fotos com a mesma roupa, vai me dizer que você nunca enjoou de olhar o álbum de alguém só porque já estava cansada de ver a mesma coisa em várias fotos. Uma coisa que aprendi com o tempo, que fica muito melhor do que postar todas as fotos uma seguida da outra em que estou com a mesma roupa, no mesmo lugar e com poses parecidas, é fazer o tão famoso mosaico de fotos, assim as pessoas vão ver todas elas de uma vez e não vão desistir de explorar o seu álbum no meio do caminho.


Uma das minhas fotos preferidas, e creio eu que de muitas outras pessoas, são as espontâneas, então não tenha medo de colocar aquela sua foto que você saiu dando gargalhadas, andando ou olhando para outro lugar com uma aquela cara super legal de distraída, mas se estou falando que fotos espontâneas são legais, não quer dizer que você vai sair postando uma foto super nada a ver de você fazendo comida ou algo parecido, divulgue apenas aquilo que achar necessário.

Se o seu problema é a criatividade para a pose, pesquise mesmo na internet fotos que você acha legal, explore o flickr das pessoas e viva o seu “momento flash” do jeito que achar melhor.
Enfim, acho que já falei demais espero ter ajudado nem que seja um pouquinho com essas minhas dicas de amadora que sou na arte da fotografia, até a próxima.

--- Andressa

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Distância



Por que existe essa tal de distância? Não havia uma coisa melhor para se inventar? Venho te dizer, pessoa que inventou essa coisa, que isso dói, e muito. Lágrimas escorrem dos meus olhos, sinto uma coisa forte bem aqui dentro de mim, o que eu faço agora hein?
A saudade, essa sim acaba comigo, fazendo-me de sua vítima fatal. Um dia ainda vou descobrir quem inventou essa coisa, só assim poderei descobrir para que ela serve.... ou não. Será que existe uma explicação exata para isso? Porque as pessoas a sentem? É, um dia irei descobrir.

---Andressa

Sonhe


Sonhe com o seu mundo invertado.
sonhe com as torres de um castelo
e com um beijo apaixonado
sonhe, sonhe, sonhe.

Sonhe com o seu principe encantado
e com o felizes para sempre
de uma conto de fadas almejado
sonhe, sonhe, sonhe.

Apenas sonhe com a felicidade
e tente enconta-la
sonhe, sonhe, sonhe.

Nunca pare de sonhar
pois o sonho é a parte mais real 
da nossa realidade.


--- Gabriela

Justificativas...

Oi leitores e leitoras do "Hey Gnomos", eu queria me desculpar pela falta post e também me justificar: é que, com a chagada do fim de ano, a Andressa e eu estamos um pouco atarefadas com os assuntos da escola e, justo nesta semana aconteceu dois eventos que tomaram bastante o nosso tempo; a feira de ciências e uma apresentação de teatro. Entretanto eu espero que vocês entendam '-' e, é claro, que nos perdoem.

E para compensar, eu trouxe uma poesia da Cecília Meireles; espero que gostem .-.

Timidez

Basta-me um pequeno gesto,
feito de longe e de leve,
para que venhas comigo
e eu para sempre te leve...

- mas só esse eu não farei.

Uma palavra caída
das montanhas dos instantes
desmancha todos os mares
e une as terras mais distantes...

- palavra que não direi.

Para que tu me adivinhes,
entre os ventos taciturnos,
apago meus pensamentos,
ponho vestidos noturnos,

- que amargamente inventei.

E, enquanto não me descobres,
os mundos vão navegando
nos ares certos do tempo,
até não se sabe quando...

e um dia me acabarei.

Cecília Meireles


--- Gabriela

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Um dia ... quem sabe?




Porque você não me nota? Ainda estamos naquela faze em que só ela gosta dele e o admira em segredo. Será que sou tão invisível assim para você?
Talvez eu seja só aquela garotinha da sua escola que ainda gosta de saias rodadas, sapatilha e lacinho na cabeça que você tem que esbarrar toda vez que passa pelo corredor.
Me sinto como uma menininha apaixonada que só fica olhando para o menino achando que ele nunca vai perceber e que nunca vai notá-la. Estou sofrendo cada vez mais do famoso “amor não correspondido”.
Talvez um dia, quem sabe, você perceba que eu existo. Talvez não. Mas isso só o tempo irá dizer . Enquanto isso o que eu faço? Continuo só admirando você.

--- Andressa


terça-feira, 9 de novembro de 2010

Funeral Blues

   Olá garotos e garotas que acompanham o "Hey Gnomos", ou que por um acaso se viram perdidos por aqui.
Hoje, mais uma vez, eu touxe um poema de um outro autor =D. O nome dele é Wystan Hugh Auden (1907 - 1973); talvez vocês não o conheçam.
No entanto eu o recomendo. Espero que gostem .-.


Parem todos os Relógios, desliguem os telefones
Não deixem o cão ladrar aos ossos suculentos,
Silenciem os pianos e com os tambores em surdina
Tragam o féretro, deixem vir o cortejo fúnebre.

Que os aviões voem sobre nós lamentando,
Escrevinhando no céu a mensagem: Ele está morto.
Ponham laços de crepe em volta dos pescoços das pombas da cidade,
Que os policias de trânsito usem luvas pretas de algodão.

Ele era meu norte, o meu sul, o meu leste e oeste,
A minha semana de trabalho, o meu descanso de domingo,
O meio-dia, a minha meia-noite, a minha conversa, a minha canção;
Pensei que o amor ia durar para sempre; enganei-me.

Agora as estrelas não são necessárias; apaguem todas; Emalem a lua e desmantelem o Sol;
Despejem o Oceano e varram o bosque;
Pois agora tudo é inutil.

 W. H. Auden


--- Gabriela

sábado, 6 de novembro de 2010

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Então é isso...



Como se nada existisse.
Cada um prum canto,
Sem nada a dizer.
Sem sequer um adeus.

Então é isso...
Todo esse tempo perdido,
Jogado numa lata de lixo.
Então é realmente isso?

Eu nunca imaginei um final.
Agora estou vivendo-o.
Então é essa a sensação?

Mas não se preocupe,
Não é tão ruim assim.
Apenas, cada um prum canto.



--- Gabriela

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Contagem regressiva


Queria poder fugir,
ou pelo menos ficar invisível por uns longos dias.
Queria poder me trancar num casulo;
e ficar lá ate a nevoa passar.

Mas será que ela vai passar?
E se ela não passar?
Estou ficando com medo.
E os segundos estão correndo.

Depressa, o tempo está acabando.
Venha logo me salvar!
Porque sozinha eu não consigo te encontrar.

Venha me tirar desse lugar sombrio.
Leve-me para perto de você.
Mas, por favor, não demore...


--- Gabriela
“A primeira coisa, portanto é dizer-vos a vós mesmos: Não aceitarei mais o papel de escravo. Não obedecerei às ordens como tais, mas desobedecerei quando estiverem em conflito com minha consciência. O assim chamado patrão poderá sorvar-vos e tentar forçar-vos a servi-lo. Direis: - Não, não vos servirei por vosso dinheiro ou sob ameaça. Isso poderá implicar sofrimentos. Vossa prontidão em sofrer acenderá a tocha da liberdade que não pode jamais ser apagada.”


[Mahatma Gandhi]






--- Gabriela

E agora?


Cadê você que não está mais aqui do meu lado para me consolar?
Quando ainda estávamos juntos você dizia que me amava, você foi meu melhor amigo. Só você conseguia transformar minhas lágrimas em sorriso, eu ficava nervosa quando estava ao seu lado. Você mudou sua atitude de um dia para o outro, agora não sei bem se o que você me falava era verdade.
Decidi te esquecer, é isso mesmo, eu sou melhor do que isso, não sofrerei por alguém que não mereça todo esse meu sofrimento. Acabou. Agora sou livre meu bem, vou viver intensamente e ser feliz assim mesmo, pois descobri que não dependo de você.





--- Andressa